Rimas

Aladino…

 

Aladino, pequenino,
Esfrega a lâmpada nada sai.
Quem te dera teres um hino
Quem que dera teres um pai,
Que te guarde e não se esqueça
De toda e qualquer promessa
Que não desapareça quando vem o lobo mau.
Em cada estrada
Em cada rua
Uma mão sobre a tua,
Que o som atenua
Quando à noite a bomba cai, Aladino.

Aladino, sem destino,
O tapete do chão não sai.
Pelos escombros espreitam primos
Olhos lindos quem os trai?
O barulho da palavra
Divina mas não serve de nada
Apenas faca e escada para 40 ladrões.
Em cada estrada
Em cada rua
Uma mão sobre a tua,
Um mar que desagua
Nas margens que o Mundo trai, Aladino.

Advertisements
Standard
Rimas

Ele que tanto gostava da Primavera…

DSC01786 (2).JPG

Ele que tanto gostava da Primavera
Viu-se rodeado por um Inverno sem fim.
Bendito seja o fruto
Fruto que dá a terra
E não o da capela
Que não tem nem um jardim.

Braços abertos ao Mundo
Chegam ao céu, giram a nora.
Trigo em ondas, milho a prumo
E a ressurreição da poda.

Ele que tanto gostava da vida
Viu-se obrigado a matar seu semelhante.
Por amor a um farrapo
Que outros chamam bandeira
Atirou à primeira
A mando do comandante.

Braços abertos ao Mundo
Tocam o céu, raspam a cova.
À sombra da cruz, imundo,
Uma criança e um pai que não acorda.

Standard
Automóveis, Rimas

Acende-se a luz…

IMG_5995.JPG

Acende-se a luz,
A autoestrada reduz a tensão.
O rádio é um estádio
É um adversário,
Assim não…

E no silêncio deduz
Que esses faróis são mais que luz, afinal.
São metal que ao relento
Entra porta a dentro, real.

E a curva vem
Ela não é mão
Não quer saber.
Tão extraordinário
Um mundo ao contrário
Vá-se lá saber bem porquê.

Standard
Cozinha, Rimas

De manhã ouro…

DSC02228.JPG

Bolo de laranja…

De manhã ouro, à noite mata,
Mas sabes que na prática
Não é bem assim.

O real assassino
Vem sem hora marcada,
Açúcar de facada em facada
Hoje um pouco mais
Ontem assim assim.

Mas que descaramento!
Da vitamina não há melhor remédio.
Não merece pois o sacarídeo
Equivalente provérbio,
Parecer médico,
Popular assédio?

Standard