Cozinha

Haja clássico…

DSC02309.JPG

O mundo é composto por mudança mas por vezes as melhores coisas são aquelas que não mudam, ou melhor, que mudam pouco. Há um apego especial às coisas que mudam pouco num mundo em que existe pouco tempo para processar as coisa tais como elas são.  E por isso vamos amando o nostálgico, não propriamente o antigo,  mas daquilo que recordamos ser de um tempo que não volta. Um clássico é mesmo isso, um recordar como era, como foi e como gostaríamos que sempre fosse (nem sei se tal faz sentido gramaticalmente, mas fica a ideia). Um clássico é a justaposição de duas entidades separadas por uma trincheira. Não trincheira de guerra, não aquela que separa mas aquela que aglutina, aquela de cacau. Um clássico é uma cobertura com manteiga farta e condensado de leite quanto basta, ou seja, sempre um pouco mais do que o livro diz. E não são os livros para isso mesmo, para deles fazermos uma coisa ainda melhor!? Um clássico é o uso de ovos, porque o ovo é tão fundamental para a doçaria Portuguesa como o Nicola para os versos de Bocage. Poderia “Besta e mais besta! O positivo é nada…” alguma vez ser concebido num salão de chá?! Por mais aproximações infinitesimais de linhaça que se inventem – com as quais por vezes brinco, confesso –  um ovo será sempre um ovo, fundamental até sua forma, até na sua arte de questionar afinal o que veio primeiro? E tudo isto por causa de um clássico, bem haja! Boa noite…

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s