Uncategorized

Inimigo de faz de conta…

Na estrada do inimigo
Kalashnikov, atenção!
Americano, perigo,
Traidor vendido, aqui não…

Um abraço
Que sufoca,
Amassa a hora de quem sorriu.
Atira e mata à sorte
Com armas que nunca ninguém viu!

Do medo
Da sombra,
Inimigo de faz de conta.
Sangue
Por nossa conta,
Inimigo de faz de conta.

Ergue-se do fumo o medo
O desespero de um dia igual.
Palavra, jornal, bomba, enterro,
Sequência da paranóia continental.

É isto?
É tudo?
Mais houvesse mais nos tiraria.
Ecos que só escuta o mudo,
Palavra que o surdo nunca atreveria.

Do medo
Da sombra,
Inimigo de faz de conta.
É sangue
É por nossa conta,
É o inimigo de faz de conta.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s