Outros

A última língua…

Já não existe paciência para mais nem vontade para tanto. A ambição choca com os afazeres da realidade e com a miopia das horas cada vez mais rápidas. Ainda assim, contra toda a vontade do corpo e mente, faço o caminho para a escola, de volta ás aulas, de volta à aprendizagem de uma língua. Estranha coisa essa a de aprender um órgão do corpo humano! Mas que fazer, é a língua que temos. Língua é língua e língua, assim, ao mesmo tempo, em uníssono. E eu, linguarudo, dou por mim a juntar ás três que aprendi na escola e àquela que se infiltrou sem pedir licença mais uma, a última. Quis o acaso, talvez determinístico, que a última língua fosse o Russo. Enquanto lhe busco o travo, enquanto lhe apalpo os sons, dou por mim a redescobrir como é difícil aprender uma língua.Mas o esforço perdura e por arrasto a compreensão. De modo lento é claro, para pressas já me chega a de lá chegar…

IMG_6091

Transcrição do livro “Ler Russo é fácil”.

Tradução:

Dois cachorros cruzam-se na rua.

-Ão, ão, diz um deles.

-Miau, diz o outro.

-Olha lá, porque “miauas” tu? Estás maluco?

-Não, estou a aprender uma língua estrangeira…

 

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s