Uncategorized

Um ano, um autor…

Um ano, um autor… Não foi assim mas quase. Só não o foi completamente porque pelo caminho não resisti a ler uns quantos contos de Tolstoy e um algo decepcionante Arquipélago. Retirando estas fraquezas 2015 foi o ano de Dostoyevsky, de Alyosha, de Raskolnikov, de Myshkin, de Aglaya, de Kolya, de Ivan e de tantos outros personagens, dezenas para falar verdade, vindas da mente de um homem que viu a morte tão de perto que se tornou imortal. Ter uma prateleira só dedicada a Fyodor é doentio, é incomportável. Ler uma obra ou duas é “fixe”, querer ler todas é dependência. Mas é também um isolamento da patetice alegre dos nossos dias, das notícias de conveniência, do apontar o dedo quando na verdade o acusador é tão perverso como o acusado.

IMG_6042

Parte da colecção. Alguns emprestados, outros na cave à espera de luz.

É um isolamento dos produtos de imaginação política que, por incrível que pareça, ainda encontram seguidores e pior do que isso votantes. É um isolamento dessa imposição facebokiana de que temos que ser felizes, como se a felicidade trouxesse algo de bom para o Mundo. Já dizia Einstein. “O homem feliz é aquele que está demasiado contente com presente para se preocupar com o futuro”. Por consequência, a felicidade é a grande culpada da nossa incapacidade de ver para além do imediato, com as consequências que isso acarreta. Poucos perceberam tão bem esta praga moderna como Dostoyevsky e quase nenhum soube desconstruir a falácia de modo tão hilariante, apesar de a maioria das pessoas achar o contrário. E enquanto isso, viremos mais uma página…

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s